8.04.2013

Ser apartidário não significa ser antipartidário



O sistema administrativo é saciado por partidos, é dirigido por partidos, comandando pelas dívidas.

O que querem quando em vez de se unirem para alcançar ao menos 1 Objetivo em comum, ficam aí viajando na participação de partidos (interroga)

Serviços de inteligência fazem reuniões secretas, partidos fazem reuniões secretas, a polícia faz e aqui tem gente discutindo suas vaidades abertamente.

O que é necessário para que ao menos 1 Objetivo seja alcançado (interroga)

A câmara dos vereadores é um espaço covarde, a maioria está acertada, portanto democraticamente muitas coisas serão inviabilizadas.

Essa câmara foi feita na última eleição, apesar de muitos não acreditarem nas urnas, o resultado foi o reflexo fiel do descrédito e falta de informação de muitos.

Quando se vota, se faz mais que votar num candidato, o voto também conta por partido, você está colocando um direcionador de novas ocupações de vários cargos importantes na administração pública.

Cada vereador tem direito a um determinado número de cadeiras e muitos vereadores tiveram acesso ao cargo, não foi por causa só do voto destinado a ele, mas por conta do quociente eleitoral.

Foi através dele que 1 Vereador do PSol, conseguiu estar lá, imagina se houvessem mais pessoas em comum acordo com seus projetos (interroga) (me corrija se eu estiver errado, pois estou colocando a minha opinião para poder ser contradito e aprender também)

Hilton, quantas coordenações, subcoordenações e gerências você pôde indicar, quantas destas pessoas você beneficiou por elas terem lhe ajudado (interroga) Ninguém pode dizer que isso é um crime, porque é defendido por lei e é até naturalmente aceitável.

Explica para todos como isso acontece, Vereador do PSol!

Estou colocando o Vereador do PSol! como exemplo, pois é o que estou falando, precisamos de apoio dos cidadãos e daqueles que se propuseram à política e alcançaram os cargos pela confiança de alguns que votaram no partido e no candidato. Vocês acham que se as urnas fossem totalmente inconfiáveis eles, que possivelmente burlam o sistema, possibilitariam que candidatados indesejados alcançassem os cargos (interroga)

O que não é aceitável, para mim, é ver as pessoas estimulando outras a não participarem da escolha, através da abstenção ou nulidade da coisa.

Quer dizer, aceitamos as campanhas eleitorais e como ato revolucionário vamos não votar e estimular outras pessoas a fazerem o mesmo (interroga)

Pô, o presidente da câmara é do PSDB, você vai no site dele e isso não está estampado como deveria...

A onda já está enraizada há anos e vão precisar se unir mais e buscar alternativas para que tudo não passe de um a histeria, já que não se mudará anos de administração pública em alguns dias....isso vai demorar pra carai. Os políticos são apenas marionetes, a questão da ocupação política é apenas um meio de tornar as coisas mais fáceis para os padrinhos das campanhas.

Caso haja mudança, se fará necessário uma constante manutenção, justamente na hora de escolher os representantes, também.

Não adianta sonhar em mudar alguma coisa só no voto, mas sem ele também não será possível, pois os políticos de sempre já possuem sua rede cega de beneficiamento que NUNCA deixará de elegê-lo.

Ou aprendem a entrar num consenso, ou vão todos ficar no mesmo ciclo vicioso desta demôniocracia.

Quer dizer que se eu quisesse fundar um partido e me candidatar seria expulso dos movimentos, único lugar onde posso me agregar (interroga).

Já que os grandes partidos, que estão envolvidos com os prestadores de serviços públicos e as grandes mídias, não precisarão hastear suas bandeiras nos movimentos.

No fim, sou contra as eleições, mas acredito que precisaria dos políticos que se interessassem na ideia de eliminá-las ou precisaria ser um para estragar a engrenagem, mas não conseguiria isso sem apoio de outros políticos, ocupantes de cargos, empresas e cidadãos apoiando.

Uma ideia apartidária é uma ideia comum a todos, às pessoas, grupos e partidos:



Entenda mais sobre o: Movimento Passe Livre

Minha onda, meu quê, minha razão sobre validar esse movimento apartidário:

Sou um buzeiro, desde guri. Aos 7 anos passei meu primeiro trauma pegando ônibus errado.

Aos 9 anos já passava por debaixo da catraca para ir ao elevador Lacerda correr atrás dos pombos, desisti ao conseguir pegar um, que estava doente. Depois desse dia perdeu a graça.

Depois, com 11, 12 anos, pegava o Cosme de Farias - Barra, para dar uma volta sem sair do ônibus, também entrando sem pagar.

Com 17 eu fazia o que chamamos traseira, permanecer no fundo, antes da catraca e sair por ali mesmo. Fiz até amizade com alguns cobradores.

Sou adepto da paletada quando possível também, mas já vivi muitas experiências buzeiras.

Já andei muito de bicicleta pela cidade, algumas vezes nos planos inclinados, que mal funcionam, mas o buzu, com certeza, será o meu grande veículo, não pretendo ter carro e muito menos pagar caro por isso.

Na atual situação, acredito na causa e essa foi a maneira que rolou de rolar, de alguém como eu que já passou muito por debaixo da borboleta.


Anonimattos

7.31.2013

Deprediações II

Olhar sempre pru alto, firmando ar, água, cimento e asfalto. Toda casa é templo, quem contempla casa o acaso e o tempo.

Tudo começou em Deprediações (No facebook), quando ganhei de um amigo, um celular que fazia boas imagens, daí comecei a usar as luzes, quando via luzes boas, que ajudassem o equipamento e acabei gostando da ideia de guardar os lugares que olho, que muitas vezes são os mesmos, mas diferentes conforme as nuvens vem e vão.

Parei de incluir fotos no primeiro álbum, por ter perdido o celular, de uma bermuda com o bolso furado, que por coincidência estou usando no momento e o bolso continua do mesmo jeito.

Agora reiniciei um novo álbum, me desprendendo da ideia de serem apenas firmações de um celular, mas agora de tudo que der para firmar.





Vista do Casarão dos antigos barões, ao lado do Elevador Lacerda.. Mesmo morando desde que nasci em Salvador, só entrei nesse lugar aos 33 anos.




Entre outras fotos.











Sou de contos, casos, de todos os cantos e acasos.


2.07.2013

Sobre crenças e descrenças


Com celebração de fé ou não, só é preciso de tolerância...mesmo que seja um movimento, para alguns, com tendencias esclarecedoras, alguns que lutam contra a opressão de algumas doutrinas estão se saindo pior que seus algozes. Essa vontade de firmar uma posição, de todos os lados, é um câncer e torna ainda mais difícil termos mais momentos de paz.

Se alguém acredita em Deus, Alá, Maomé...não importa... se a pessoa não usa a sua fé para ganhar benefícios levianos ou subjugar os outros. Assim como aqueles que não creem, não devem fazer o mesmo. O Budismo por exemplo é uma religião sem um Deus e prega a boa existência. Não é preciso de crenças para ser uma pessoa de bem e ninguém precisa adotar um postura só para evidenciar a sua descrença...o que para mim, também passa a ser um ato religioso, a celebração da descrença. Já se reúnem, não demora criarem templos de desadoração. Se for estimulado pela aversão, será apenas mais um incitador de ódio e mais um movimento segregador.

Acho que a única crença que todos devem ter é que cada um é dono da sua crença e da sua descrença e nenhuma dessas coisas devem promover desgraças ou precisam ser comprovadas. Somos seres cheios de imaginação e simbologias, é só ser feliz e sonhar.

Bica da IMAgem: Diversidade Barueri

Bica IMAgem: Bagygan

Opções sexuais e religiosas não podem mesmo ser motivos para discórdias. Ninguém é obrigado a ser nada que não queira, mas é obrigado a permitir a escolha daqueles que não lhes trarão prejuízos ao fazê-las. Existem pessoas ruins em todas as áreas, profissionais ou ideológicas, mas não são todas que merecem ser tratadas com violência...quer seja nas palavras, quer seja no seu ciclo de convivência.
Chega, almas, chega de aversão, versões novas de desafetos não!!...não plantemos ódio, no mínimo opiniões em versos.

Amor é tudo junto!
O amor pode ser Deus ou um Eu com respeito.

Se há um ser invisível e alguém luta contra ele, este alguém é um perdedor, pois quem luta contra o invisível está perdendo o seu tempo. Tudo que não existe que é debatido é um vencedor, pois o que não existe tem feito muito menos que aquele que escolheu lutar ao investir sua vida nesse tempo.
A vida é para quem resiste e faça boa a sua existência.
A religião já perdeu sua autonomia política faz tempo. Não há o que se preocupar, a bíblia é um livro com boas metáforas, no Bhagavad gita há uma grande obra literária.
As religiões foram usadas por homens ruins, usando as pessoas que abraçam contos com fé, as pessoas que acreditam não são culpadas, normalmente se apoiarão em algo, caso não tenham outras maneiras e nem onde se apoiarem.
Creio que num momento de desespero, alguém pode chamar até um celular de milagreiro. Conversar com o computador quando este dá defeito. Xingar a quina da mesa...e até mesmo responder às perguntas do apresentador de tv.
Não existe homem na terra que possa compreender o significado da vida, com plenitude, nenhum! Considere todos os seres humanos que tentam entender.
Enquanto vivos, ninguém aqui completou as fases, ainda falta a morte, logo quem aqui souber sobre o que vem depois da morte e conseguir me provar com certeza, eu apago tudo que escrevi, pois vou me dedicar a criar uma ceita com essas provas incontestáveis de entendimento pós-defunto.
Caso não consigam, desejo que lutem contra as pessoas que fazem das crenças uma arma para deteriorar a nossa nação e a nossa própria convivência.
 E inicialmente se começa sendo gente, apenas sendo razoavelmente gente.
Que vive, respira, que pode ajudar, que pode respeitar, em vez de só criar conflitos e viver como uma piada, dentro de caixas de fósforos fingindo ao outro que é o último a acreditar.

Antes era Creia, hoje é Credite. 
Quanto a pontos olhar, só é preciso respeitar e se divertir:
A nossa religião deve ser a de pemitir ao outro sorrir

A nova ordem d'água

Precisamos reconhecer o seu valor, é pra nadar e é também uma questão vital para todos os seres vivos. Se molhem e leiam o texto a seguir:

ÁGUA E SAÚDE

Da mesma forma que a Terra, o corpo humano é composto em média de 70% de água. A quantidade recomendada para o consumo diário varia de pessoa para pessoa. “A ingestão de água deve ser de 30 milímetros por quilo. Uma pessoa de 70 quilos deve ingerir 2,1 litros de água, por exemplo”, explicou o doutor João Marcos Rezende Mendes, médico cirurgião atuante da rede pública de saúde de São Paulo (SP). Além de consumida ao beber, a água está misturada aos alimentos como frutas, carnes, verduras, sopas, etc.
Atitudes simples do dia-a-dia ajudam a evitar o desperdício de água. Ao escovar os dentes ou lavar a louça evite deixar a torneira aberta o tempo todo, utilizando-a apenas quando necessário. Não se deve tomar banhos muito longos e recomenda- se fechar o chuveiro ao se ensaboar. Segundo dados da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) 15 minutos de banho com o registro aberto consomem 135 litros de água. A empresa também aconselha a limpar a calçada com a vassoura e não com mangueiras, que consomem 279 litros em 15 minutos de uso. Para os motoristas, lavar seus carros uma vez por mês utilizando um balde e um pano são medidas que podem minimizar o desperdício.
Desperdício, descaso e contaminação podem levar à escassez da água. Reavaliar nossas próprias ações podem ajudar em muito
04.jpg
Desde o surgimento da vida na Terra, a água é o elemento mais importante para a sobrevivência de todos os seres vivos. Sem ela, o planeta seria desabitado. Mesmo assim, a humanidade tem desperdiçado este recurso. Dados da ONU de 2006 revelam que até 2050 mais de 45% da população mundial não terá acesso à água potável.
Uma das teorias para o surgimento da água no planeta foi quando a Terra, até então uma bola incandescente, liberou gases de seu interior. Alguns desses gases eram compostos de amônia, hidrogênio, metano e o vapor d’água. “A água foi liberada através do vulcanismo há bilhões de anos atrás quando o planeta se resfriou”, explicou Waverli Neuberger, doutora em Ciências Biológicas e coordenadora da Agência Ambiental da Universidade
Metodista de São Paulo. A Terra é composta de 70% de água. A partir deste número, apenas 2,493% são de água doce. “Temos pouca água para o nosso consumo nos rios e lagos, sendo que a maior parte está nas geleiras e aqüíferos (água subterrânea)”, disse Waverli. Segundo ela, países árabes têm levado icebergs içados de navio para suprir a escassez de água em seus territórios, causando um grave impacto ambiental.
O mau uso da água tem causado preocupação em alguns países (em sua maioria europeus) e vários estudos tem sido realizados para tentar sanar o problema. “A revolução industrial não aconteceria sem a água. O ser humano não consegue ver que todos os itens industrializados precisam de água para serem produzidos, inclusive dinheiro”, afirmou o jornalista Roberto Haushahn, que teve a água como tema de seu trabalho de conclusão de curso.
Para fabricar cada quilo de aço são necessários 600 litros de água. Um litro de cerveja precisa de três a quatro litros. “A maior produtora de cerveja do Brasil gasta por ano 30 bilhões de água. Para se fazer uma folha de papel sulfite se gasta 380 litros”, disse Haushahn. “Se todas as pessoas do mundo consumissem como os americanos, seriam necessários cinco planetas Terra”, afirmou.
Previsões afirmam que nos próximos anos a guerra não será mais pelo petróleo e sim devido à escassez dos recursos hídricos. O Brasil é o país mais rico em água disponível para o consumo. Possuí 13,7 % de toda a água potável no mundo. “Se hoje nós temos guerra por causa de petróleo, como será quando a água se tornar escassa? Seremos, no mínimo, alvo”, disse Roberto Haushahn.
Águas subterrâneas poderiam ser uma alternativa para suprir as necessidades futuras. Mas não significa que os problemas acabarão. Um dos maiores aqüíferos do Brasil está no Sul e já abastece cidades próximas. “O Aqüífero Guarani que está no Sul do Brasil é imenso, mas há dados de que já esteja contaminado”, apontou Waverli. Além da contaminação, cidades que estão sob estas águas subterrâneas podem afundar com o uso indiscriminado. Um exemplo é a Cidade do México (MÉXICO), que enfrenta muitos problemas com a drenagem de água.
Osmar Pereira
Olá, camaráguas, vai construir sua casa, está disposto a fazer uma reforma, que tal colocar sua casa no mais novo modelo inteligente de vida em sociedade? Vamos lá, a gente pode colaborar para reduzir a potencia de possíveis desastres naturais. Se molhe: "As chuvas estão trazendo grandes problemas para as cidades, sobretudo para as grandes metrópoles. Mas não dá para culpar apenas a natureza pelos alagamentos que tanto atrapalham a vida da população. A urbanização tem deixado as cidades cada vez mais cheias de concreto, dificultando o escoamento das águas nos dias chuvosos. Sem ter como entrar no solo, resta à água se espalhar pelas ruas. Para tentar compensar um pouco os impactos negativos das áreas urbanas e tentar resgatar o ciclo natural da água, pesquisadores do Centro de Tecnologia e Geociências (CTG) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) vêm trabalhando com duas técnicas que tentam facilitar a infiltração das águas da chuva: jardins de chuva e pavimentos permeáveis.
  • O jardim de chuva e o teto verde melhoram a qualidade das águas por causa da retenção e remoção de poluentes transportados pelas águas das chuvas
  • No Brasil, o conhecimento dessas duas técnicas chegou há aproximadamente 15 anos, primeiramente em Porto Alegre (RS) leia mais e aprenda como fazer...
A água, na atualidade está se tornando um dos recursos naturais mais importante entre todos. Para alguns é tratada com indiferença, como fonte inesgotável e para outros, como riqueza, e em muitos casos, como sobrevivência. Neste contexto, estudos apontam  para o aproveitamento e reuso como alternativa à pressão sobre as fontes  ainda existentes. Nesta pesquisa mostramos a viabilidade do uso racional da água da chuva nas atividades domésticas de uso não potável. Associada a esses fatores discutirá o panorama da distribuição da água no planeta, no Brasil e suas regiões, evidenciando a importância deste recurso para a população. Complementando esse quadro de informação, foi desenvolvido nessa pesquisa o  estudo da viabilidade à captação da água da chuva para uso doméstico não potável, que nos evidencia o quanto pode ser economizado e como podemos fazê-lo, tanto economicamente quanto ecologicamente. leia mais e aprenda como fazer...

 Um relato: "É o seguinte, estou prestes a fazer a minha casa   não quero passar a minha vida toda a pagar valores enormes de eletricidade e água, por isso quero usar placas solares e reaproveitamento de água em em toda casa, posso gastar um pouco mais, mas no futuro terei a recompensa dos gastos."

Quer saber como fazer isso? Se tiver trabalhando com um engenheiro, solicite que trate do seu projeto com essa direção ou então mãos ao Google.
Sou mais água!!! Tudo soma no mais!!

2.06.2013

Privatizando as praias de Salvador - Bahia



Relato de uma das moradoras da redondeza:

"Realmente só quem conheceu e conviveu neste lugar ai no passado sabe bem como tudo começou e até hoje eles (Bahia Marina) cada dia mais avançam mar a dentro. Agora querem acabar com a Prainha da Pedra. Enfim somente quem morou pela redondeza é quem sabe o abandono que vem sofrendo nesta área, pois querem vencer os moradores pelo cansaço para que eles vendam suas casas por preço de banana perto do quê eles irão construir nesta área."


Assim começa a notícia:
"No dia 21/01, a Bahia Marina deu continuidade às obras de construção de seu quebra-mar. Nesta nova etapa será construído um quebra-mar de 330 metros de extensão, perpendicular à Avenida Contorno e mais tarde outro braço de quebra-mar com extensão de 268 metros, este complemento do já existente, paralelo à avenida."
Assim termina a notícia:
"Além da proteção da bacia de atracação e dos benefícios ambientais referidos, a ampliação do quebra-mar atenderá uma demanda de ampliação de 200 embarcações, gerando mais de 300 empregos e qualificando a Bahia Marina dentro dos mais rígidos padrões internacionais."
Bica: A marina

A pergunta que não vai no calo...:
Esses 300 empregados receberão o salário relativamente parcial aos daqueles que são os responsáveis por toda essa negociata? Será que serão apenas mais 200 embarcações?

As praias de Salvador, da orla mais querida da cidade estão sendo saqueadas aos poucos, ações estas garantidas para o mercado através das vias legais do estado e das corporações que deveriam conter tudo isso. Tudo para a manutenção imobiliária que está tratando de garantir as boas vistas para os mais ben$-aventurado$

Outros relatos de frequentadores da praia da Preguiça:
"A Praia da Preguiça, que vai ser cercada de infraestrutura 5 estrelas, atualmente é o único espaço de lazer para a população de baixa renda da Preguiça, Gamboa e do Unhão. Todo domingo rola um jogo de futebol animadíssimo"

 “Quando construíram esse primeiro quebra-mar começou a ir embora a areia da praia e perdemos nosso espaço de lazer”

 “Lembro que a praia da Preguiça antes era concorrida para tomar banho de tanta gente que vinha; hoje, para nos divertir, temos que ir para a Barra, para outros lugares”

Que os moradores da região tenham acesso à única praia que lhes resta. Vamos ver no que dá!











Essa copa vai dar e deixar na cozinha e nos quartos....
:.

2.01.2013

5Oª Travessia Mar Grande Salvador para Yemanjá



 2 de fevereiro, é dia de Yemanjá e convido aos adeptos que reflitam sobre as oferendas. Lembro que Yemanjá já é muito rica, agraciada pela ajuda do nosso Grande Deus. É bom evitar balaios, flores com barbantes, já que são muito perigosos para os seres, amigos da rainha do mar. Perfumes para quê, se ela é perfumadinha, que todos nós sabemos. Sabemos também que ela está muito chateada com a grande quantidade de coisas que afundam e flutuam indesejavelmente. Crenças são respeitadas e nosso oceano, comandando por esta rainha, também merece o mesmo respeito! 

Para quem pouco conhece esta cerimônia: Yemanjá

Devido ao aumento do nível do mar, que tal levar uma garrafa com água do mar para casa? Talvez fosse uma ótima maneira de celebrar esse dia, levando um pouco de água do mar para abençoar a sua casa! Se o mundo inteiro agisse assim, talvez salvassemos outras casas.

Águabraços, Almas D'água!!

1.23.2013

As drogas e o medo











Depois de ler 1984 (link do filme), enquanto lia o suposto livro da Confraria, que explica o funcionamento do Estado, na parte que justifica a necessidade da guerra parei alguns dias pra pensar.

Porque viver num Estado de Guerra? 

O Estado de Guerra desperdiça recursos que poderiam ser usados pra melhorar a qualidade de vida dos pobres com uma justificativa que as pessoas aceitam... as pessoas se frustram por saberem que dinheiro é perdido em corrupção, e que poderia ser investido em saúde, educação, subsídio de alimentos e etc. Mas quando se declara uma guerra, uma quantidade absurda de dinheiro é investida no combate, dinheiro que poderia ser usado pra diminuir a desigualdade, mas não é. Porque?

Porque quem detém o poder, precisa da classe mais baixa pra trabalhar com o mínimo de recursos possíveis, assim ela nunca vai questionar se de fato precisa desses poucos detentores de poder. O outro motivo que justifica a necessidade do Estado de Guerra, é voltado à classe média. A classe média precisa ser inteligente, e ocupar cargos que exigem um conhecimento maior. Mas se a classe média for muito inteligente, questiona também aqueles que estão no poder. Como fazer com que ela não questione?

Crie um Estado de Guerra. Invente um inimigo a ser combatido, plante medo no imaginário dela. Assim, ela vai agradecer pela existência do Estado de Coerção. Assim o Estado se torna um protetor. E quanto mais ele implanta o medo em suas mentes, e quanto mais se mostra eficiente em combater o inimigo, mais amor ele ganha. Mais legitimidade ele tem.

Como isso funciona no Brasil, país tão pacífico e sem guerras?

Se engana quem pensa assim, porque vivemos uma guerra declarada e descarada. A guerra às drogas. A mais genial das guerras, porque é uma guerra contra algo inerte à natureza humana. Porque é uma guerra que NUNCA vai ter uma vitória, é uma guerra infinita. E TODAS as notícias de morte do noticiário, sempre, SEMPRE tem no meio algo em comum: envolvimento com droga. Em todos os crimes sempre se tenta enfiar a qualquer custo a existência do problema das drogas, é claro. As drogas são o inimigo, o mal inquestionável, que mata e precisa ser combatido.

O medo de estar na rua e de repente alguém drogado aparecer e te matar toma conta da cabeça da classe média, dos que vêem jornal nacional e leem veja"... O mundo lá fora, as ruas, são seu maior pesadelo. Todas as pessoas são ruins, são drogadas, vão te roubar, te matar, te sequestrar, ou porque estão sob uso de qualquer substância, ou porque querem comprar alguma. E essas pessoas não saem de casa por medo, e não conhecem o mundo... e não percebem que o mundo não é o que a tv ou a revista mostram, que ele é um lugar melhor.

E em sua tremenda ignorância e estupidez, essas pessoas aclamam as ações da polícia, tão criminosa quanto os próprios criminosos. E 'criminosos' morrem, e policiais morrem, e inocentes morrem, e culpam as drogas sem perceber que a culpa é deles, e de sua cegueira, e de sua imbecilidade. O Estado não está sendo burro quando investe pesado na política contra as drogas. Burro é quem pensa que ele não sabe o que faz... Ele sabe muito bem o que está fazendo... Tão bem, que funciona, e que ninguém nem sequer pensa em quais os benefícios que ele tira."

regado por:
Sara Cristina Zampronha

...tudo soma no mais.











Toda droga é uma droga. Se você consome, é um direito seu, um defeito seu, mas não estimule outras pessoas a fazerem o mesmo, elas podem ter reações diferentes das suas, pois cada organismo reage como pode às determinadas substâncias e informações. Seja um consumidor consciente, não estimule o uso daquilo que lhe consome.

Ninguém precisa ir preso por usar drogas, as cadeias devem servir para pessoas que cometem crime ao outro, prejuízos ao outro, à sociedade. No fim, a nossa natural existência é dispendiosa, todos darão trabalho depois de morrer...alguns já deixam tudo pago, outros não. O usuário de drogas é um suicida, deteriorando a sua própria barca e se fosse proibido se matar, as pessoas que se suicidam sumariamente deveriam ser condenadas também e tomar porrada, e passar vergonha, ter sua existência reduzida ao nada por usar uma droga...enquanto outros brindam com outras drogas para celebrar a prisão do defunto.

Sim, todos vão morrer, mesmo sem querer, mas não é bom levar alguém junto.

No País de Crispim, a luta contra as drogas, faz com que os horários nobres fiquem cada vez mais nobres e mais caros. É bom pra quem paga, é bom pra quem vende. A Descriminalização das drogas também gera renda enquanto, assim, apenas, civis, rende...

e mais nada...vamos ver se gente aprende.

1.05.2013

Incêndio acidentalmente criminoso

Acho que farei um álbum só para prédios combustíveis.

Fui tirar a foto e o morador me disse:
"Eu vi!! No início era só uma fumacinha, eles quebraram as janelas enquanto as portas do casarão estavam abertas.

Dava pra ter apagado, tinham três homens com extintores do lado de fora, olhando e quebrando os vidros da janela, enquanto um amigo meu gritava:
-Vocês estão fazendo errado!!"


Vou começar o álbum, assim que tirar uma foto do Instituto do Cacau.

No dia, no Cine-Teatro Solar Boa Vista, rolava um encontro, olha o que uma das pessoas disse:
"Quando fomos do solar pra lá, a porta estava fechada e foi preciso arrombar, o segurança do Cine-Teatro se queimou ao tentar apagar o fogo"

Vamos aproveitar que o Setor será deslocado para estimular o uso adequado do espaço! Vamos nessa!!!!!!!!!

"Bela imagem lamentável" e agora vamos ver se o prédio pode, finalmente, se transformar num museu, fogo sempre traz mudanças. Vamos aproveitar que o Setor será deslocado para estimular um uso de menos risco para o espaço.
Acho que está na hora de um alto-assinado presencial pelas áreas, as pessoas interessadas podem ajudar, vamos formular o documento. A gente faz virtual e presencial, o que acham?

No jornal, o Secretário disse: "só queimaram os processos, referentes às aposentadorias dos professores, que estavam em sua mesa", pois ele ficou até tarde despachando. Grande trabalhador.

"vamos formular o documento e correr a freguesia toda para assinar sim! podemos aproveitar também o público que vai estar circulando pelo Solar nessa programação de verão. Já agendamos para o dia 14 de Marco, Aniversário de Castro Alves, Dia Nacional da Poesia, fazermos um grande evento, pode ser um "abraçaço" ao Parque, com todas as escolas, com todas instituições, com todos os artistas que nosso bairro vive exportando.

Para isso vamos precisar de um grupo de pessoas comprometidas fazendo o front, a mobilização. Para abraçar o Parque, vamos precisar de alguma centenas de pessoas."
Quem é de chegar junto, envia e-mail para: soumaisagua@gmail.com (tudo a ver com incêndio)

Olha: "os arquivos tem backup", vamos nos preocupar e nos ocupar apenas na reconstrução do espaço e de utilidade cultural para toda a Cidade, para oferecer uma verdadeira inclusão cultural à educação dos soteropolitanos. Será o reconhecimento do espaço, o Parque Solar Boa Vista é de todos, aberto, lindo e Solaaaaaaaaaaaaaaaaaaar! Vá pra ver o pôr-do-sol de lá!

Depois, se pretende ver a mudança nas ruas de Salvador, em suas deprediações, ande com o olhar, sempre p'ru alto...firmando ar, água, cimento e asfalto.

Chorar pelo leite derramado é inútil, ainda mais depois de ter fervido. O que nos cabe agora, também, é promover uma manifestação popular para que a próxima funcionalidade do espaço seja a devida, para incitação e promoção da cultura e isso será possível se gente se juntar...nesse caso não precisaremos de provas para provar algo.

A questão agora não são só os papéis e sim o que restou de estrutura e a estrutura que isso pode fornecer, depois de restaurada. Pensemos no futuro. Que está bem perto, até 2014!
O casarão pode e deve ser um dos pontos de visitação turística, por ser bem próximo ao estádio, além de poder dar estrutura para exposições e oficinas, ainda com o privilégio de já ter um Cine-Teatro ao lado.

Ah...a visão dali é ótima, dá para ver bem o novo estádio!
Não sabemos exatamente o que está acontecendo, só tem aqui uma mente sugestiva, incitando uma colaboração. As investigações serão feitas e as minhas palavras de aversão não trarão resoluções.

E sobre a data, na foto, para quem reparou, é porque, quem colocou, quis dizer que a gestãção ainda
não chegou ao puerpério.

Para um mentiroso fim...quanto ao fogo, eles vão se resolver, a gente fica de olho, agora vamos nos mover para chegar a tempo de ter tudo nas mãos, antes que decidam o que fazer ali, pois usar prédio para secretaria é muito perigoso, já que tem muitos papéis.

1.02.2013

Posse dos ver. e pref. de Salvador + Ciclistas (vídeo)


Um grupo de ciclistas, Jabutis Vagarosos, resolveu congraçar junto aos vereadores e prefeito que tomava posse de Salvador.
Aproveitaram para fazer um vídeo
solicitando atenção à educação no trânsito. Já fui vítima de motoristas inescrupulosos várias vezes, numa delas quase perdi a vida, não fosse o salto que dei deixando a bicicleta para trás...
Além de não deixar de lembrar da situação precária que se encontra a a cidade, resultado de ter sido usada como manobra de campanha.
Tomé que tá sabendo disso, até ele que é honrado, anda todo melado.
Até quando, Salvador?


Assistam o vídeo e saiba, com outro sentido.